SJ News - шаблон joomla Авто

 pontotransp

faixa jubileu grande2

doutrina-2

 

Os Sete Sacramentos

A vida sacramental
Os sacramentos são os sinais sagrados visíveis e sensíveis com que Deus por meio da Igreja nos concede a sua graça. Quem administra os sacramentos são os ministros da Igreja (bispos, sacerdotes, diáconos, ministros extraordinários leigos), mas quem comunica a graça é Jesus Cristo por méritos da sua Paixão, Morte e Ressurreição. Foi Jesus Cristo que instituiu todos os sete sacramentos pelos quais está continuando a sua missão de salvar e santificar o Povo de Deus.

Destacando os sete sacramentos, a Igreja não quer dizer que não haja outros. Jesus Cristo é o Sacramento do Pai. A própria Igreja é o sacramento do Reino de Deus. E assim por diante, podemos encontrar muitos sinais sagrados da ação de Deus no meio do seu Povo.

Os sete sacramentos destacados atingem todas as etapas e todos os momentos importantes da vida do cristão. Eles formam um organismo no qual cada um tem os seus efeitos e as suas características próprias. Podemos dividi-los nos três grupos: 

1. Sacramentos de Iniciação Cristã: Batismo, Confirmação, Eucaristia.
Por eles o homem recebe e inicia a vida nova de Cristo. Eles formam uma vocação comum de todos os discípulos de Cristo, que é a vocação à santidade e à missão de evangelizar o mundo.
2. Sacramentos de Cura: Penitência, Unção dos Enfermos.
A vida que recebemos nos Sacramentos de Iniciação está em “vasos de argila”. Estamos sujeitos ao sofrimento, a doença e a morte. Esta vida nova pode ser afetada pelo mal, tornando-se debilitada e até perdida. Jesus Cristo, o Médico de corpos e das almas, quis que a Igreja continuasse, na força do Espírito Santo, a sua Obra de Cura e salvação. Foi por isso que instituiu esses dois sacramentos. Eles conferem também as graças necessárias aos que caminham à pátria definitiva.
3. Sacramentos que estão a serviço da Comunhão e da Missão dos fiéis:
Ordem, Matrimônio.

Nesses sacramentos, aqueles que já foram consagrados pelo Batismo e pela Confirmação para o sacerdócio comum de todos os fiéis podem receber consagrações específicas. Os que recebem o sacramento da Ordem, são consagrados para ser, em nome de Cristo, “pela palavra e pela graça de Deus, os pastores da Igreja”. Por sua vez, “os esposos cristãos, para cumprir dignamente os deveres de seu estado, são fortalecidos e como que consagrados por um sacramento especial, matrimônio”. (Cat.1535)

 

Liturgia

  
Liturgia diaria   Liturgia das Horas

Calendário

Calendario dioc   Curso noivos