SJ News - шаблон joomla Авто

 pontotransp

faixa jubileu grande2

A virtude é uma disposição habitual e firme para fazer o bem. Permite à uma pessoa não só praticar atos bons, mas dar o melhor de si. Existem virtudes morais (humanas) e virtudes teologais.

Virtudes humanas (morais) são qualidades firmes da inteligência e de vontade que regulam nossos atos, ordenando as paixões e guiando-nos segundo a razão e a fé. Essas virtudes são adquiridas humanamente pela educação e pela prática constante de atos bons. Quatro delas são chamadas de “cardeais” por serem básicas.
São elas:

Prudência (discernimento do bem verdadeiro e escolha dos meios adequados para realizá-lo);

Justiça (a vontade constante e firme de dar a Deus e ao próximo o que lhes é devido);

Fortaleza (ela dá a segurança nas dificuldades, a firmeza e a constância na procura do bem);

Temperança (modera a atração pelos prazeres e procura o equilíbrio no uso dos bens criados).

 
Virtudes Teologais se referem diretamente a Deus. Não são adquiridas pelo homem, mas são infundidas por Deus. Possibilitam ao homem agir como filho de Deus e merecer a vida eterna. São três virtudes teologais:
 

- por esta virtude cremos em Deus, em tudo que nos disse e revelou, e que a Igreja nos propõe a crer. Não se deve apenas guardar a fé, mas também aprofundá-la, difundi-la e testemunhá-la com firmeza.

Esperança - por ela desejamos de Deus a felicidade da vida eterna, colocando nossa confiança nas promessas de Cristo.

Caridade - amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a nós mesmos por amor a Deus. Ela é a primeira de todas as virtudes (1Cor 13,13).

 

Liturgia

  
Liturgia diaria   Liturgia das Horas

Calendário

Calendario dioc   Curso noivos