SJ News - шаблон joomla Авто

 pontotransp

faixa jubileu grande2

A oração não deve ser identificada com qualquer recitação e repetição de fórmulas prontas. Ela é um modo de vida da pessoa que acreditou em Deus. Orar é estar na presença e em comunhão com Deus para adorá-lo, louvá-lo, agradecer-lhe e apresentar-lhe confiantemente os pedidos referentes às necessidades cotidianas. Orar é também falar com Deus e escutar com fé e amor o que Ele diz na Sagrada Escritura, na Liturgia, nas inspirações pessoais, nos acontecimentos do dia-a-dia etc.

Rezando, reconhecemos a soberania de Deus e expressamos que de fato não somos auto-suficientes. Necessitamos da Sua graça, da Sua luz, do Seu perdão. Ao abrirmos o nosso coração e a nossa alma diante de Deus, Ele nos santifica, abençoa, consola, cura e salva. O próprio Jesus ensina-nos a rezar, dizendo que o mais importante na oração é a fé confiante e a perseverança (Mt 6,8;21,22; Mc 11,5-9; Lc 11,5-9;18,1-8).

A oração é um dom gratuito de Deus e uma resposta decidida da nossa parte. Supõe sempre um esforço. É preciso mobilizar-se para ter o tempo suficiente para Deus, pois muitas coisas querem nos distrair e nos afastar da oração. Oração e vida cotidiana do cristão são inseparáveis. O Senhor disse: “Sem mim nada podeis fazer” (J 15,5); e também: “Orai sem cessar”(1Ts 5,17). A oração comunitária (em família, na igreja) tem um valor especial: “Onde dois ou três estiverem reunidos em meu nome, eu estou aí no meio deles” (Mt 18,20).

Para aprender a rezar bem, é preciso começar já e dedicar bastante tempo para a oração, mesmo sem saborear um certo prazer e progresso. O perseverante será um homem de oração.

Liturgia

  
Liturgia diaria   Liturgia das Horas

Calendário

Calendario dioc   Curso noivos