SJ News - шаблон joomla Авто

 pontotransp

faixa jubileu grande2

A Igreja confessa que Maria é verdadeiramente Mãe de Deus, porque é a Mãe do Filho Eterno de Deus feito homem. Os Evangelhos a denominam como “a Mãe de Jesus” (Jo 2,1; 19,25). Desde antes do nascimento de seu Filho, ela é chamada de “a Mãe do meu Senhor” (Lc 1,43). 
Maria não gerou Deus. Mas gerou e deu à luz Jesus, que é realmente Deus. Por isso ela pode ser chamada “Mãe de Deus”. Falando assim, afirmamos nossa fé na divindade de Jesus, confessamos que Jesus é um só ser, humano e divino, é Deus que se fez homem.
A fórmula “Maria, Mãe de Deus” preserva uma das verdades mais fundamentais da fé, a verdade da encarnação: a maneira como Deus realizou a redenção do gênero humano. O Verbo quis nascer homem para que o homem pudesse nascer verdadeiramente de Deus.

Liturgia

  
Liturgia diaria   Liturgia das Horas

Calendário

Calendario dioc   Curso noivos