SJ News - шаблон joomla Авто

 pontotransp

faixa jubileu grande2


Preparação para o Sacramento da Eucaristia

06. A plena e consciente participação da Eucaristia exige, tanto das crianças como dos adultos, uma preparação ou uma catequese adequada.

07. A preparação das crianças para a primeira Eucaristia inclui duas etapas de um ano cada: pré-Eucaristia e Primeira Eucaristia. Para iniciar a pré-Eucaristia, o catequizando deve ter oito anos completos, sem contar a pré-catequese, e celebrar a Primeira Comunhão com a idade de dez anos. Tenha-se presente a suficiente preparação e maturidade dos catequizandos.

08. Na inscrição dos candidatos para a preparação da Primeira Eucaristia, verifique-se:

a) se foram batizados; se não foram batizados, faça-se a preparação ao Batismo durante a pré-Eucaristia;

b) a situação conjugal dos pais;

c) a participação dos pais na comunidade.

09. A preparação dos adultos, acima dos 18 anos, seja no mínimo de seis meses.

10. Para favorecer maior unidade eclesial, adotem-se os manuais indicados ou subsídios preparados pela Diocese. Tais subsídios contemplem seja a doutrina, seja a vivência cristã dos catequizandos.

11. Aos pastores das almas e aos catequistas recomenda-se o conhecimento profundo dos documentos da Igreja Universal e da Conferência Episcopal que falam do conteúdo e da metodologia dos encontros catequéticos.

12. Sejam admitidos à catequese de preparação para a Eucaristia, crianças e adultos, as pessoas portadoras de deficiências físicas ou psicológicas, com  capacidade mínima de compreensão básica do mistério eucarístico. Tais pessoas sejam inseridas normalmente nos grupos catequéticos. Em casos especiais, a Diocese ou as paróquias promoverão uma pastoral própria de tais pessoas para facilitar a compreensão da doutrina.

13. Os pastores das almas são os primeiros catequistas do povo a eles confiado. Dêem à catequese uma verdadeira prioridade pastoral. Acompanhem de perto e estejam presentes no trabalho catequético, visitando as turmas de catequizandos e promovendo reuniões periódicas de formação com os catequistas.

14. Considere-se a possibilidade da catequese à distância para pessoas impossibilitadas de participar dos encontros, usando, p. ex., os modernos meios de comunicação.

15. A família e a comunidade estejam envolvidas em todo o processo de catequese. Para tanto, seja promovida uma verdadeira catequese para adultos.

16. Haja empenho em motivar para que a Primeira Comunhão Eucarística seja realizada na paróquia ou comunidade onde residem as crianças.

17. Promovam-se encontros de pais com o pároco e os catequistas, com o objetivo de motivar a presença, a participação e a vivência da fé por parte da criança e da família.

18. Acolham-se catequizandos que desejam participar da preparação à Primeira Comunhão Eucarística, mesmo que os pais não demonstrem interesse.

19. Seja dada uma atenção especial e acolhida aos adultos que pedem a Primeira Eucaristia, sobretudo durante a preparação da Crisma e do Matrimônio.

20. Os colégios católicos que dão aos alunos catequese de Primeira Eucaristia sigam as orientações pastorais e usem os manuais da Diocese.

21. Os pastores das almas e os catequistas motivem as crianças e os jovens que se preparam para a Eucaristia e para a Crisma que participem das Missas aos domingos e dias de preceito, formando a consciência deles ao dever de observar os preceitos da Igreja.

22. Incentive-se a formação e a participação dos pais que se mostram indiferentes ou dificultam a presença dos filhos na Missa.

23. É oportuno que periodicamente se faça uma catequese eucarística durante a Santa Missa para alcançar um número maior dos fieis e ajudá-los a participar mais conscientemente, mais ativamente e mais devotamente da celebração dos sagrados mistérios.

Liturgia

Formacao liturgica2    Canto liturgico    Folheto dominical